Polícia detém 8 e apreende R$ 2,5 milhões em roupas falsificadas

Material foi encontrado na região de comércio popular do Brás; na zona leste; 510 mil discos são destruídos

Solange Spigliatti, Central de Notícias

17 Fevereiro 2011 | 12h56

SÃO PAULO - Uma operação da Polícia Civil prendeu oito pessoas e apreendeu mais de 23 mil roupas falsificadas de grifes famosas, na região do Brás, região central da capital paulista. As peças apreendidas nesta quinta-feira, 17, são avaliadas em R$ 2,5 milhões.

 

Segundo a polícia, duas equipes com 27 agentes no total interceptaram um ônibus utilizado para transportar a carga, composta de bonés e camisetas. O material foi produzido em Apucarana, no centro-norte do Paraná. Os presos estavam todos no veículo.

 

Pirataria. Na zona leste, cerca de 510 mil CDs e DVDs piratas apreendidos pelas subprefeituras São Mateus e Itaquera foram destruídos hoje.

 

Os produtos foram apreendidos desde outubro nas regiões das duas subprefeituras, durante a Operação Delegada. Só em 2010, as 31 subprefeituras da cidade apreenderam cerca de 11 milhões de discos, em um total de 930 toneladas de produtos.

 

A ação foi iniciada em dezembro de 2009, a partir de uma parceria entre a Prefeitura de São Paulo e a Polícia Militar. Em dias de folga, PMs fiscalizam os ambulantes da capital.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.