Polícia descobre túnel na direção de agência bancária

Escavação partia de prédio no centro histórico de Santos, nos arredores da sede do Banco do Brasil

Rejane Lima, O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2009 | 00h07

Um túnel construído em direção à sede do Banco do Brasil na Baixada Santista foi encontrado nesta quarta-feira em um imóvel desocupado no centro histórico de Santos. Construído em 1945, o imponente imóvel ocupa toda uma quadra da Rua Dom Pedro II, próximo à Bolsa Oficial de Café. O prédio possui quatro salões de 1.200 metros e três salas de 15 metros quadrados, algumas delas alugadas. A sala onde o buraco se encontra, entretanto, estava desocupada.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o túnel tem cerca de 15 metros de comprimento e dois metros de altura no começo, porém diminui de tamanho a partir da metade do trajeto. A PM informou que o buraco é o popular "tatu" e que provavelmente foi construído para possibilitar a chegada à agência bancária, distante 50 metros do prédio.

O túnel foi descoberto às 17h pelo pedreiro que trabalhava na retirada de entulhos de uma das salas. Representante do proprietário, a advogada Nadia Paula Viguetti Godoy, afirmou que a limpeza das salas está acontecendo há duas semanas, pois a ideia dos donos é vender o imóvel, avaliado em aproximadamente R$ 1,5 milhão. O caso foi registrado no 1º. Distrito Policial de Santos.

Tudo o que sabemos sobre:
tunelSantosbancoassaltopolicia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.