Polícia descobre esquema para burlar visto dos EUA

O comerciante Mario Vieira Laselva, de 44 anos, que forjava documentos para fazer o "kit imigração" e facilitar a obtenção de visto de turista para os Estados Unidos, foi preso ontem próximo do Consulado geral dos EUA em São Paulo, na Chácara Santo Antônio, na zona sul.

Pedro da Rocha, O Estado de S.Paulo

20 Janeiro 2011 | 00h00

Ele falsificava informes de rendimentos, extratos bancários e outros papéis para a entrevista no consulado. As informações falsas ajudariam a obter o visto. Cada kit custava US$ 1 mil. Laselva encontrava os interessados em Indaiatuba e os acompanhava até o consulado.

Os policiais flagraram o acusado com um cliente, o operador de máquinas Sérgio Lino da Costa, de 45 anos. Costa foi autuado por uso de documento falso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.