Polícia de Mogi prende três suspeitos de ataque a caixa eletrônico

Dois deles foram pegos quando estavam em casa e o terceiro, no ônibus. O trio já teve a prisão temporária decretada pela Justiça

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

27 de março de 2015 | 16h56

SÃO PAULO - Uma operação da Polícia Civil de Mogi das Cruzes prendeu na manhã desta sexta-feira, 27, três suspeitos de estarem envolvidos em ataque a caixa eletrônico na cidade. Dois deles foram pegos quando estavam em casa e o terceiro, no ônibus. O trio já teve a prisão temporária decretada pela Justiça.  

De acordo com a Polícia Civil, Felipe Cruz, Marcelo Nascimento Salomão e Alex Silva Damasceno foram identificados como três dos principais suspeitos de envolvimento no crime, que aconteceu no mês de janeiro. Na ocasião, criminosos tentaram explodir um caixa eletrônico na Rua Fátima, na região do Jardim Margarida, em Mogi das Cruzes, mas foram flagrados por um vigia de rua.

Os ladrões fugiram e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar precisou detonar os explosivos abandonados no local. Também foram encontradas barras de ferro usadas pelos criminosos para implantar os explosivos no equipamento.

As investigações do caso começaram sem nenhum indício de autoria, segundo afirma a Polícia Civil. Conduzidas pelo delegado Alexandre Batalha, do Núcleo de Roubos de Cargas, da Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes, elas resultaram em uma operação que envolveu cerca de 40 policiais.  

Após as primeiras prisões, os policiais esperam localizar outros participantes do ataque, além de identificar outros possíveis crimes que podem ter sido cometidos pelo trio. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.