Leonardo Soares/AE
Leonardo Soares/AE

Polícia continua buscas por homens que invadiram prédio na Oscar Freire

Edifício de luxo não tinha circuito de câmeras de vigilância; foram roubados joias, dólares e euros

Solange Spigliatti, Central de Notícias

02 de setembro de 2010 | 14h19

SÃO PAULO - A polícia continua as investigações para localizar os cerca de 17 homens que invadiram um condomínio de luxo, na noite desta quarta-feira, 1, na Rua Oscar Freire, nos Jardins, zona sul de São Paulo.

 

Segundo boletim de ocorrência, elaborado no 78°DP, o edifício não tinha circuito de câmeras de vigilância. Ainda não há suspeitos do crime, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP).

 

O assalto começou por volta das 19h30, quando a quadrilha chegou em pelo menos um veículo perua de cor prata, que foi estacionada em frente ao edifício. O porteiro e a família do zelador foram rendidos.

 

Parte da quadrilha aproveitou quando um dos moradores entrava pela garagem do prédio para invadir o imóvel. Os moradores de três apartamentos foram rendidos e trancados em um cômodo de um dos apartamentos.

 

Foram levados dos moradores seis relógios, US$ 4.500, 2.100 euros e cerca de 80 mil em joias. Ninguém ficou ferido. Segundo a SSP, os moradores foram orientados a procurar o Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) para possível reconhecimento de suspeitos.

Mais conteúdo sobre:
arrastãoOscar Freire

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.