Polícia Civil investiga ação de neonazistas na cidade de Botucatu

Pichações com símbolos nazistas, como a suástica, e ofensas contra homossexuais foram encontradas em pelo menos 12 locais da cidade.

O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2013 | 02h04

Além do dano causado ao bem público, há a suspeita de que grupos de skinheads estejam se organizando em Botucatu, disse o delegado responsável pela investigação.

As pichações aumentaram após manifestações realizadas em todo o País. Na cidade, houve ainda um caso de violência contra um homossexual, com possível participação de skinheads. A vítima, que foi agredida na Praça Comendador Emílio Pedutti, no centro, disse que os agressores se vestiam de forma característica e um deles tinha a cabeça raspada. Alguns suspeitos estão sendo investigados, mas até o momento ninguém foi indiciado. Fazer apologia ao nazismo, vinculado ao preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, é considerado crime pelas leis brasileiras e pode resultar em multa e prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.