Polícia Civil fecha rádio pirata na rota de aviões

A Polícia Civil estourou na manhã de ontem uma rádio clandestina que funcionava em dois endereços no Jardim Guarani, na zona norte de São Paulo. A Studio FM (100,5) ficava na rota das aeronaves a caminho do Aeroporto de Cumbica. Policiais tiveram dificuldade para localizar o local das transmissões, porque os equipamentos estavam no subsolo. Dois locutores foram presos em flagrante.

O Estado de S.Paulo

14 Dezembro 2011 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.