Polícia Civil fecha dois bingos no interior de São Paulo

Foram apreendidos dinheiro e roletas nos estabelecimentos; já em Diadema, PM recolheu 55 caça-níqueis

Paulo R. Zulino, do estadao.com.br,

14 de fevereiro de 2008 | 13h35

Policiais Civis do 5º Distrito Policial de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, fecharam dois bingos na cidade, sendo um no domingo, 10, e outro na segunda-feira, 11. As duas casas funcionavam no bairro Sinibaldi. A polícia ficou sabendo da existência do primeiro estabelecimento, localizado na Rua Waldemar Sanchez, por meio de uma denúncia anônima. Ao chegarem no local, os agentes flagraram 200 pessoas jogando. Roletas e dinheiro foram apreendidos. Quatro funcionários foram ouvidos e liberados em seguida.  O segundo bingo, localizado na Rua Capitão José Maria com a Rua da Fé e também foi descoberto por meio de denúncia anônima. Não houve flagrante, pois nenhuma pessoa estava jogando no momento em que os policiais chegaram. No entanto, o comerciante e sua filha, que é a dona do imóvel, foram ouvidos no Distrito Policial. Três roletas, materiais próprios para bingo e um dominó que era usado para apostas de alto valor, foram recolhidos. Também foi elaborado um termo circunstanciado para todas as pessoas que prestaram declarações.  Caça-níqueis  Policiais militares apreenderam 55 máquinas caça-níqueis, na noite de terça-feira, 12, no bairro de Piraporinha, em Diadema, na região do Grande ABCD. Segundo a polícia, 45 equipamentos estavam em funcionamento. A PM foi solicitada para atender denúncias de jogos de azar e, o chegar no primeiro local, um bar situado na praça Bom Jesus de Piraporinha, encontrou 33 máquinas funcionando. O proprietário do estabelecimento disse que não sabe de quem são os caça-níqueis. Em seguida, os policiais apreenderam em um botequim, na Avenida Piraporinha, mais quatro aparelhos que estavam desligados. Na mesma avenida, em um restaurante, eles encontraram 18 máquinas, sendo que 12 estavam em pleno funcionamento. Os proprietários dos dois lugares não souberam informar a quem pertencem os aparelhos. As máquinas foram encaminhadas para perícia no Instituto de Criminalística e as ocorrências encaminhadas para o 3º Distrito Policial de Diadema. 

Tudo o que sabemos sobre:
bingosPolícia Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.