Polícia Civil diz que roubo à Samsung foi de R$ 20 milhões

Bando levou 34.062 produtos, entre celulares, tablets e notebooks, da fábrica, em Campinas, nesta segunda-feira

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

11 Julho 2014 | 18h19

SOROCABA - O valor dos produtos roubados da Samsung em Campinas, nesta segunda-feira, 7, foi de R$ 20 milhões, informou nesta sexta-feira, 11, a Polícia Civil. De acordo com nota divulgada pelo Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter-2), o número de equipamentos roubados é de 34.602, entre celulares, tablets e notebooks. Inicialmente, a polícia havia divulgado que o roubo teria sido de R$ 80 milhões, valor corrigido pela empresa para R$ 14 milhões.

De acordo com a nota, a esse valor devem ser acrescidos R$ 6 milhões de "impostos suspensos e diferidos na aquisição da matéria prima". A fábrica foi invadida por um bando armado que rendeu funcionários e fugiu levando sete caminhões carregados com produtos.

De acordo com a nota, a Polícia Civil recebeu a relação dos produtos roubados com os números de série e trabalha para localizar possíveis redes de receptação. Equipes estão em busca dos veículos usados no roubo, mas até esta sexta à tarde nada havia sido encontrado. Suspeitos que aparecem nas imagens captadas pelo sistema de vigilância da empresa também são procurados. Contatada, a empresa informou considerar como efetivo o prejuízo de R$ 14 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.