Polícia civil divulga imagens de bando que invadiu a casa de Leão

Técnico do São Paulo reconheceu dois dos três suspeitos de roubo a uma residência no ano passado no mesmo bairro

DANIEL BATISTA, JORNAL DA TARDE, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2012 | 03h03

A Polícia Civil divulgou ontem as imagens de dois dos três suspeitos de assaltar a casa do técnico do São Paulo Futebol Clube, Emerson Leão, no Jardim Paulista, na zona sul de São Paulo, na tarde do último sábado. As gravações mostram os suspeitos em um outro assalto no mesmo bairro, realizado no ano passado, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP). A dupla já foi reconhecida pelo técnico.

Ontem, Leão falou sobre o caso logo após o treino do time, na Barra Funda. "Quando você encontra duas pessoas estranhas, bandidos, na sua casa, tudo pode acontecer. Tive contato físico com eles. Não vi arma de fogo, mas na mão tinham um estilete grande", disse o técnico. "Felizmente, só levaram peças, algumas de valor financeiro e outras sentimentais. Levaram uma lembrança de 1970 que valia muito para mim, lembrança da minha presença na conquista da Copa (do Mundo de 1970, no México)", lamentou. Segundo Leão, o relógio vale de R$ 500 a R$ 1 mil.

O caso está sendo investigado no 15.º DP (Itaim-Bibi). O treinador e a mulher chegaram em casa por volta das 16h15 do sábado e notaram a casa aberta. Ao irem em direção do quarto, deram de cara com os bandidos, que fugiram por uma escada na parte de trás. Não houve confronto e o casal não sofreu agressão.

De acordo com o técnico, a residência teve as duas portas principais arrombadas. A casa ficou toda revirada e as gavetas dos quartos estavam jogadas no chão. Na pressa, os bandidos deixaram no local uma mala com 25 itens levados para arrombar qualquer tipo de porta e até cofres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.