Polícia busca pistas de grupo que matou motorista de ônibus

A Polícia Civil ouviu ontem duas testemunhas do acidente que resultou na morte do motorista de ônibus Edmílson dos Reis Alves, de 59 anos, linchado por mais de 30 pessoas após perder o controle do ônibus que dirigia e bater em cinco veículos no Parque Santa Madalena, zona leste.

O Estado de S.Paulo

30 Novembro 2011 | 03h04

O grupo que o atacou participava de um baile funk no meio da rua. A polícia está atrás de imagens de câmeras de segurança que possam ajudar na investigação. O corpo do motorista foi sepultado ontem no Cemitério São Pedro, na Vila Alpina, zona leste.

Se identificados, os envolvidos na morte deverão responder por homicídio doloso (com intenção), diz o advogado Maurício Januzzi Santos, presidente da Comissão do Direito Viário da OAB-SP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.