Polícia apura suposto desacato de delegada

Quatro pessoas foram ouvidas ontem pela Polícia Civil no inquérito que investiga a discussão entre a delegada Daniela Rebelo, da 19.ª DP (Tijuca), e o tenente da PM Bernard Carnevale. Na madrugada de domingo, ela estava de carro na Barra da Tijuca quando foi parada por uma blitz. O PM diz que a delegada se negou a fazer o exame do bafômetro e tentou agredi-lo. Daniela nega as acusações. A carteira de motorista da delegada estava vencida desde janeiro de 2011 e seu carro não era licenciado desde 2009.

O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2012 | 03h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.