Polícia apreende terceiro suspeito da morte de advogada

Dois menores foram apreendidos ontem; de acordo com a polícia, jovem de 17 anos disparou contra mulher

Solange Spigliatti, estadão.com.br

21 de junho de 2012 | 07h36

São Paulo, 21 - Policiais do 95.º Distrito Policial prenderam nesta quinta-feira, 21, o terceiro suspeito de participar da tentativa de assalto contra a advogada Renata Fabiana de Campos Moraes, de 38 anos, na zona sul de São Paulo no último domingo, 17. Renata morreu após ser baleada na cabeça, quando tentou fugir.

Nesta quarta-feira, 20, dois adolescentes de 17 anos foram apreendidos e confessaram ter participado da tentativa de roubo. Mais uma pessoa é procurada pelo crime.

Segundo o delegado Gilmar Contrera, do 95.º Distrito Policial, um de 17 anos, que já tinha passagem pela polícia, é autor do disparo que matou a advogada.

Tudo o que sabemos sobre:
latrocínioviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.