Polícia apreende mais de 9 mil pacotes de cigarros roubados

Dono do material confessa que maços foram trazidos do Paraguai; três pessoas foram presas em São Paulo

Andressa Zanandrea, do Jornal da Tarde,

10 de outubro de 2007 | 09h13

A Polícia Militar de São Paulo apreendeu 9.250 pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai. A apreensão foi feita na noite de terça-feira, 9, em Jandira, na Grande São Paulo. O dono do material teria confessado à polícia que as caixas haviam sido contrabandeadas do país vizinho; os pacotes equivalem a 92.500 maços de cigarros. Policiais descobriram a carga após uma denúncia anônima de que várias caixas estavam sendo descarregadas em uma casa na Rua Ancião Sebastião Tonini, no Jardim Vale Verde. "Encontramos o caminhão quando já havia saído de lá e o motorista nos levou até a casa", disse o tenente Luiz Eduardo Picini. As caixas estavam dentro da residência que contava, ainda, com um compartimento secreto onde eram guardadas. "Na lateral da casa, há uma abertura, atrás de um madeirite, que dá em um corredor estreito, onde ficavam as caixas", explicou Picini. Segundo ele, o dono da casa, de quem seriam os cigarros, se rendeu. Além dele e do motorista, um comprador - que estaria com algumas caixas dentro de um carro, pronto para sair da casa quando os policiais chegaram - também foi levado para a Superintendência da Polícia Federal, na Lapa, na zona oeste da capital paulista. 

Tudo o que sabemos sobre:
carga roubadacigarros contrabandeados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.