Polícia adia entrega de inquérito do caso Mércia

Segundo defesa de Mizael, indiciado pelo assassinato da ex-namorada, ele prestará novo depoimento na próxima semana

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

15 de julho de 2010 | 12h45

SÃO PAULO - A polícia adiou a entrega do inquérito do caso da advogada Mércia Nakashima, que seria feita nesta quinta-feira, 15, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), que não divulgou nova data para a entrega.

 

De acordo com a direção do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o inquérito ainda está em andamento e as diligências continuam.

 

Segundo a defesa de Mizael Bispo dos Santos, policial aposentado e suspeito do assassinato da ex-namorada, ele prestará novo depoimento na próxima semana, a pedido do delegado responsável pela investigação.

 

Na tarde de quarta-feira, o Juiz de Direito Jayme Garcia dos Santos Jr. revogou o pedido de prisão temporária e de prisão preventiva, pedida pelo Ministério Público, horas depois de o DHPP anunciar o indiciamento do policial aposentado por homicídio doloso triplamente qualificado (motivo fútil, emboscada e emprego de meio cruel) e ocultação de cadáver.

 

Com a decisão, Mizael não é mais considerado foragido da Justiça, no entanto, segue indiciado pela morte da ex-namorada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.