Divulgação
Divulgação

Polícia acredita ter detido mentor de mega-assalto em Ribeirão Preto

Delegado diz que suspeito tem loja ao lado da transportadora de valores; homem foi encontrado em um resort de luxo em Goiás

Rene Moreira, Especial para O Estado

18 Julho 2016 | 17h40

A Polícia Civil de Ribeirão Preto (SP) anunciou nesta segunda-feira, 18, que acredita ter prendido o homem que articulou o assalto à Prosegur, de onde foram levados mais de R$ 50 milhões neste mês. Juliano Moisés Israel Lopes tem uma loja de rações ao lado da transportadora de valores e estava com familiares e amigos em um resort de luxo em Goiás. 

Policiais contaram que ele tinha R$ 160 mil em dinheiro no cofre do quarto em que estava hospedado em Caldas Novas (GO). Outro homem foi detido no local. Um funcionário de Lopes também acabou preso em Ribeirão Preto com R$ 34 mil escondidos dentro do fundo falso de uma cômoda.

O delegado Marcos Lacerda falou que a investigação ocorre em sigilo, mas revelou que pistas foram colhidas na chácara onde o grupo se reuniu antes de cometer o crime. 

Segundo Lacerda, além de ter uma loja vizinha à empresa roubada, Juliano Lopes também trabalhou em uma transportadora de valores e conhecia como funciona esse tipo de companhia. "Tudo leva a crer que ele planejou o roubo e pode ter definido a estratégia de ataque".

Apuração. A polícia não informou para onde os presos foram levados, para não prejudicar a investigação do caso. E esclareceu que segue outras pistas para chegar aos demais envolvidos. Mais de 20 homens participaram diretamente do roubo que terminou com duas mortes, incluindo a de um policial rodoviário atingido durante a fuga da quadrilha.

Outro detido. Mais um suspeito foi preso em Ribeirão Preto, porém, sua participação no crime ainda é apurada. Este tinha em sua casa máscara de gás, toucas ninjas, explosivos, armas, munição e coletes à prova de bala.

 

Mais conteúdo sobre:
GoiásLopesRibeirão Preto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.