Polícia acha sangue em elevador de prédio

A polícia informou ontem que encontrou sangue no elevador do prédio onde mora o jogador Rafael Silva, atacante da Lusa. A jovem Flávia Anay de Lima, de 16 anos, morreu no dia 31 de julho depois de cair do apartamento de Silva, no 15.º andar, onde vivia com o jogador. A polícia investiga as circunstâncias da morte. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, em 30 dias sai o laudo que determinará de quem é o sangue. Silva diz que a jovem se suicidou, o que é contestado pela família dela.

, O Estado de S.Paulo

09 de agosto de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.