Polícia acha corpo de jornalista assassinado em Porto Feliz

Celso Mazzieri foi enforcado e estava com as mãos amarradas

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

05 Março 2014 | 15h32

O corpo do jornalista Celso Mazzieri, de 45 anos, que estava desaparecido desde a noite de sexta-feira (28), foi localizado na tarde desta quarta-feira (5), num canavial, no bairro Agrovila, em Porto Feliz. 

Ele foi enforcado e estava com as mãos amarradas. O carro de Celso havia sido localizado uma hora antes, com as placas adulteradas, no bairro Capoava, zona rural. De acordo com a Polícia Civil, dois menores de idade confessaram o assassinato do jornalista. 

Os rapazes eram os mesmos que teriam sido levados pelo jornalista para um baile funk, em Sorocaba. O corpo seria levado para o Instituto Médico Legal (IML) para perícia. Celso morava em São Paulo e trabalhava na assessoria de imprensa da atriz e apresentadora Nani Venâncio.

Mazzieri fez o último contato com familiares na noite de sexta-feira, após sair do trabalho, para avisar que iria com um amigo para Porto Feliz, na região de Sorocaba. Ele deveria retornar à capital no dia seguinte, mas não o fez. Sem notícias, familiares iniciaram as buscas e fizeram apelos por informações sobre o paradeiro do jornalista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.