Polícia acha cativeiro onde estava filho de diretor do Bradesco

A polícia libertou na madrugada desta quinta-feira um rapaz de 18 anos que seria filho de um dos diretores do Bradesco. um empresário que foi seqüestrado no último dia 9 de setembro em Osasco, na Grande São Paulo. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública, três envolvidos no caso foram presos.   Agentes da Delegacia Anti Seqüestro (DAS) prenderam Fernando Antonio Guidotti, no município de Osasco. Ele acabou indicando o local do cativeiro onde estava a vítima.   Os policiais seguiram até uma pousada na cidade de Avaré, no interior do Estado, e prenderam Kelly Gislaine Ferreira Silva Hungria, que vigiava o rapaz. Davi Felipe de Sousa, outro envolvido, que voltava com o dinheiro do resgate, que chegou a ser pago pela família, também acabou preso. O valor recebido pelos criminosos ainda não foi divulgado pela polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.