Polegar fica pelo menos até 2ª-feira no Paraguai

O ex-chefe do tráfico de drogas da Mangueira, na zona norte do Rio, Alexander Mendes da Silva, o Polegar, vai ficar preso até segunda-feira no Paraguai. A Justiça do país deve se pronunciar sobre seu indiciamento por uso de documento falso. Foragido da Justiça brasileira, Polegar foi preso anteontem com uma identidade em nome de José Targino. Um avião da Polícia Federal já está em Ponta Porã (MS), para trazer o traficante ao Rio, mas o governo fluminense quer que ele cumpra pena em um presídio federal.

O Estado de S.Paulo

21 Outubro 2011 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.