Poeta Sérgio Vaz elege o Samba da Vela

Conhecido como o fundador do Sarau da Cooperifa, realizado todas as quartas-feiras no Bar do Zé Batidão, no Jardim Guarujá, zona sul de São Paulo, o poeta Sérgio Vaz não titubeou ao indicar o Samba da Vela como um dos lugares que mais ama em São Paulo.

O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2012 | 03h04

A roda de samba da comunidade ocorre todas as segundas-feiras, às 20h30, na Casa de Cultura de Santo Amaro, também na zona sul. Em volta de uma vela, músicos, cantores e compositores se reúnem para apresentar suas músicas inéditas ao público e só param quando a vela acabar de queimar.

"É um clima muito legal, sou amigo dos músicos", disse Vaz, que sempre que pode vai ao samba prestigiar os artistas. "Além disso, a entrada é gratuita, e isso é ótimo." O Samba da Vela existe há 12 anos. / CAMILA BRUNELLI

Samba da Vela: Casa de Cultura Santo Amaro (Rua Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434). Segundas, às 20h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.