Pode chover forte novamente em São Paulo neste sábado

Na sexta-feira, mais de 30 pontos de alagamento foram contabilizados em toda a capital paulista

Marília Lopes - Central de Notícias,

08 Janeiro 2011 | 11h55

SÃO PAULO - Há possibilidade de chuvas moderadas e fortes caírem na capital paulista neste sábado, 8. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a nebulosidade do início da manhã diminui no decorrer do dia. A temperatura máxima prevista na capital é de 28ºC. A elevação da temperatura contribui para a propagação de áreas de instabilidades, que favorecem as precipitações intensas.

 

A forte chuva que castigou a capital paulista na tarde de ontem, 7, causou protestos e uma morte. Toda a cidade entrou em estado de atenção no fim da tarde. Às 17h50, com o transbordamento do Rio Aricanduva, a subprefeitura Aricanduva entrou em alerta.

 

Um homem morreu após o desabamento de um depósito no Jardim Tiete, na zona leste de São Paulo, segundo o Corpo de Bombeiros. Outras duas pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para um hospital da região. O helicóptero Águia da Polícia Militar foi até o local.

 

Por volta das 18h15, os moradores de uma favela próxima à Avenida Sapopemba, também na zona leste, atearam em dois veículos - um caminhão e um ônibus. O ato, próximo ao número 25.000 da avenida, seria em protesto contra as enchentes frequentes na região. Seis viaturas dos bombeiros foram enviadas ao local. Ninguém ficou ferido.

 

A cidade chegou a contabilizar mais de 30 pontos de alagamento. O Aeroporto de Congonhas, na zona sul, ficou fechado das 17h49 às 18h15. Às 19h25, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), as chuvas começaram a perder intensidade. Às 20h20, todas as regiões já haviam sido retiradas dos estados de emergência e alerta. Porém, alguns pontos da cidade ficaram alagados por mais de 10 horas.

 

(Colaborou Pedro da Rocha, da Central de Notícias)

Mais conteúdo sobre:
chuvas previsão do tempo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.