PMs vão responder a processo por corrupção

ATROPELAMENTO

, O Estado de S.Paulo

18 de agosto de 2010 | 00h00

Os PMs Marcelo Bigen e Marcelo Leal, acusados de cobrar R$ 10 mil para liberar Rafael Bussamra, que atropelou e matou o filho da atriz Cissa Guimarães, Rafael Mascarenhas, de 18 anos, no mês passado, vão responder a processo militar por corrupção passiva, falsidade ideológica e descumprimento de missão, segundo conclusão do Inquérito Policial Militar divulgado ontem. A pena pode chegar a 15 anos de prisão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.