PMs são presos por sequestro e roubo em SP

Os soldados da Polícia Militar José Aparecido da Silva e Joaquim Marcos Amorim foram presos ontem, sob a acusação de sequestro e roubo. Eles participariam de uma quadrilha que seria especializada em clonar cartões de banco. Os dois agiriam em companhia do tenente Renato Machado Telesca, de 30 anos, assassinado no dia 25 de março na porta do 45.º Batalhão da PM, na Mooca, zona leste de São Paulo, onde ele trabalhava.

, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2010 | 00h00

Foi após o assassinato do tenente que as atividades do grupo foram descobertas. O Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) e a Corregedoria da Polícia Militar descobriram que os PMs estavam envolvidos no sequestro de um comerciante na zona norte, ocorrido em fevereiro. O grupo teria ainda assaltado a empresa da vítima. Além dos PMs, foram presos Kleber de Lorena e o segurança Miraldo Cardoso, ambos acusados de participar do bando. / MARCELO GODOY

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.