PMs agridem fotógrafo do 'Estado'

O fotógrafo do Estado Márcio Fernandes foi agredido e detido por policiais militares, ontem à tarde, depois de fazer imagens de um caminhão tombado na Marginal do Pinheiros, na zona oeste de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

06 Outubro 2012 | 03h03

Segundo Fernandes, um dos policiais que estavam no local tentou impedi-lo de fazer as imagens. O fotógrafo diz que não invadiu a área de atuação dos PMs. Ele afirma que foi desafiado por um dos policiais, que depois tentou tomar o seu rádio quando falava com a redação do jornal pedindo apoio jurídico.

Fernandes diz que se referiu de forma respeitosa aos PMs, que o humilharam. Ele afirma que se negou a mostrar o RG porque foi orientado por advogados a fazer isso. Acrescenta ainda que foi algemado com violência pelos PMs e levado na viatura para o 91.º DP (Ceagesp), onde o caso foi registrado. Fernandes passou por exame de corpo de delito.

Segundo a PM, os policiais dizem que Fernandes invadiu a área de segurança, se recusou a sair e a se identificar. Dizem ainda que o fotógrafo foi abordado e que um deles teve a mão ferida.

A PM instaurou procedimento administrativo para apurar a conduta dos PMs. /W.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.