PMs acusados de executar servente são absolvidos

Ação policial havia sido filmada por uma testemunha, que viu um dos quatro agentes atirando em Paulo Barbosa do Nascimento

Luiz Fernando Toledo, O Estado de S.Paulo

22 Agosto 2014 | 02h02

SÃO PAULO - Após dois dias de julgamento, quatro policiais militares acusados pela morte do servente Paulo Barbosa do Nascimento, em 10 de novembro de 2012, no bairro de Campo Limpo, zona sul da capital, foram absolvidos. Marcelo de Oliveira Silva, Jailson Pimentel de Almeida, Halston Kay Tin Chen e Francisco Anderson Henrique foram inocentados pelo Tribunal do Júri.

A ação policial havia sido filmada por uma testemunha, que viu um dos PMs atirando em Nascimento, e o vídeo foi divulgado pelo programa Fantástico, da Rede Globo. A sentença foi lida pouco antes das 20h30 pelo juiz Roberto Zanichelli Cintra, do 1º Tribunal do Júri do Fórum da Barra Funda.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Campo Limpo Polícia Militar

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.