PMs acampam em Assembleia por salário

Um grupo de cerca de cem policiais militares passou a madrugada de ontem acampado na Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador. Integrantes da Associação de Policiais e Bombeiros (Aspra) reivindicam a incorporação de gratificações aos salários. Eles afirmam que só deixarão o local depois de negociar com o governo. A entidade representa 2 mil dos 32 mil PMs da ativa e aprovou indicativo de greve. O Comando-Geral da PM informou ontem que não reconhece a Aspra e negou a possibilidade de greve.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.