PM vai fazer 6 mil blitze da Lei Seca até domingo

Operação é a maior já feita no Estado desde 2008, quando a medida entrou em vigor

Paulo Saldaña, O Estado de S. Paulo

08 Julho 2011 | 19h04

SÃO PAULO - São Paulo vai ter neste final de semana a maior operação de fiscalização da Lei Seca já realizada no Estado. A Polícia Militar vai fazer 6 mil bloqueios simultâneos até domingo, uma média diária dez vezes maior do realizado regularmente.

 

A operação começa hoje, a partir das 21 horas. Somente na capital paulista, serão 180 pontos a cada dia, quase oito vezes mais do que ocorre nos finais de semana. Normalmente, a PM realiza 24 operações por dia entre quinta e domingo e 12 de segunda a quarta.

 

A Polícia Militar espera fiscalizar mais de 120 mil veículos e condutores nesses dias. "Nosso foco é diminuir os índices de mortes no trânsito. Não estamos satisfeitos e sabemos que o fator álcool é preponderante nos acidentes", diz o porta-voz da PM, capitão Sérgio Marques. Ano passado, 1.357 pessoas morreram em acidentes na capital paulista, segundo a polícia.

 

Ao todo, as blitze vão empregar cerca de 4 mil policiais militares - 1 mil apenas na capital - e 1.600 viaturas por dia. Os bloqueios costumam ocorrer entre 17h e 5 horas da manhã.

Mais conteúdo sobre:
Lei SecaSPPMblitze

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.