PM usa bomba de gás durante protesto por moradia na zona leste

Em ato contra reintegração de posse, cerca de cem manifestantes bloquearam a Avenida Jacu-Pêssego na manhã desta segunda-feira

O Estado de S. Paulo

03 de novembro de 2014 | 08h45

SÃO PAULO - A Polícia Militar utilizou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar uma manifestação na Avenida Jacu-Pêssego, na zona leste da capital paulista, na manhã desta segunda-feira, 3. Cerca de cem pessoas protestavam contra uma reintegração de posse na região, afirma a Polícia Militar.

O protesto começou por volta das 6h20, quando os manifestantes interditaram completamente a Avenida Jacu-Pêssego, no sentido Mauá, na altura da Rua São Teodoro. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o grupo ainda ocupava o canteiro central da via às 8h30, mas sem obstruir o trânsito.

Por causa da manifestação, seis linhas tiveram a circulação prejudicada, entre elas a Terminal São Mateus-Terminal São Miguel (354M-10) e a Cohab José Bonifácio-Metrô Penha (3722-10), segundo a SPTrans. As linhas já foram liberadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.