PM que exigiu propina de atropelador se apresenta

O sargento Marcelo Leal de Souza Martins ? suspeito de tentar extorquir R$ 10 mil de Rafael Bussamra, que atropelou e matou, na terça-feira, Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães ? se apresentou ontem ao 23.º Batalhão de Polícia Militar, no Leblon, zona sul do Rio.

Talita Figueiredo /Rio, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2010 | 00h00

O cabo Marcelo Bigen, que se apresentou no sábado, também é suspeito de ter exigido propina para liberar o carro de Bussamra, após o acidente. A prisão administrativa dos agentes foi determinada pelo comandante-geral da corporação, coronel Mário Sérgio Duarte, na noite de sexta-feira. A família de Bussamra diz que pagou R$ 1 mil ao cabo e ao sargento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.