PM que dirigia carro roubado é morto por colegas

O cabo Fábio Rodrigues Gonçalves foi morto ontem em tiroteio com policiais do 17º Batalhão da Polícia Militar (BPM) da Ilha do Governador, no Rio. Fardado e em horário de trabalho, ele estava em um carro roubado, no Morro do Dendê, com um colega, o cabo Fábio Andrade da Silva, que foi preso. Eles eram lotados no 22º BPM. Oito policiais do mesmo batalhão estão detidos suspeitos de acobertar a dupla.

, O Estado de S.Paulo

19 de novembro de 2010 | 00h00

Segundo a polícia, os dois PMs deixaram o carro da patrulha no batalhão. Em um carro particular, foram até o morro, onde pegaram o Fox, que havia sido roubado na semana passada. Gonçalves assumiu a direção. Policiais identificaram que o Fox era roubado e passaram a persegui-lo, quando houve o tiroteio. À tarde, o comandante-geral da PM, coronel Mário Sérgio Duarte, pediu desculpas à população. "Peço desculpas por condutas desse tipo." / PEDRO DANTAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.