JB Neto/AE
JB Neto/AE

PM prende suspeitos de série de roubo de carros em São Paulo

Jovens estavam em um Hyundai i30 com chassi adulterado e foram reconhecidos pela dona de um Civic roubado

Daniela do Canto, do estadao.com.br,

10 de dezembro de 2009 | 07h52

A Polícia Militar prendeu dois suspeitos de envolvimento em três roubos de carro praticados em um intervalo de uma hora em bairros da zona sul de São Paulo na noite desta quarta-feira, 9. Paulo Roberto de Souza, de 22 anos e Gerson Bruno Batista de Oliveira, de 23, foram localizados dentro de uma loja de peças automotivas na Avenida Santa Catarina, no Jabaquara, zona sul. Eles foram reconhecidos por uma das vítimas como os autores do crime.

 

Segundo a PM, entre as 20 e 21 horas os suspeitos participaram do roubo de uma Hilux prata no Planalto Paulista, um Corolla prata em Moema e um Civic cinza no Campo Belo. Eles foram presos em um Hyundai i30 preto que havia sido visto por testemunhas nos arredores de crimes semelhantes registrados anteriormente. O Hyundai não possui queixa de roubo ou furto, mas os policiais acreditam que o veículo seja um dublê: o número do chassi registrado no vidro dianteiro não corresponde ao número do chassi original. O carro passará por uma perícia.

 

Cientes da participação de um i30 nos roubos, os policiais do 12º Batalhão das Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) deram início a uma rápida perseguição ao se depararem com o veículo na Avenida Santa Catarina, por volta das 22h30. Conforme o sargento Islei Alves de Araújo, os suspeitos entraram na loja ao perceberem a aproximação dos policiais. Aos PMs, Souza e Oliveira negaram os crimes, mas as chaves do Corolla e do Civic foram localizadas dentro do i30.

 

Assaltantes agiram rapidamente

 

A advogada Fabiana dos Santos, de 33 anos, dona do Civic, contou que a ação dos assaltantes durou menos de dois minutos. Ele foi abordada em frente à sua casa, no Campo Belo. Fabiana estava acompanhada pela mãe e pelo filho, de apenas 6 anos. Ela colocava no carro caixas de brinquedo da criança, para fazer a mudança da família do local.

 

De acordo com a advogada, que reconheceu os suspeitos detidos na delegacia, um deles estava armado quando fez a abordagem. "O outro ainda falou para ele poupar a criança, então ele não chegou a apontar a arma, só mostrou que estava na cintura", explicou. "Eles pareciam bem experientes", acrescentou ela.

 

Os bandidos pegaram a chave do veículo, o celular da vítima e fugiram em seguida. A advogada acredita que um dos criminosos possa ter deixado o local em outro veículo. "Meu carro estava cheio de caixas, só cabia um lá dentro", justificou.

 

Fabiana avisou a seguradora logo após o roubo. O veículo, que possui rastreador, foi encontrado cerca de uma hora depois a aproximadamente dez quadras de distância do local do roubo. As caixas de brinquedo estavam todas dentro do carro. "Quando os ladrões saíram, meu filho falou: meus brinquedos, mamãe! Daí, ele foi para a casa da minha mãe. Depois, ele ficou satisfeito em saber que os brinquedos foram recuperados e dormiu", contou ela. A advogada também fez questão de ressaltar o trabalho da polícia. "Eles foram impecáveis na atuação", afirmou.

 

Os dois detidos ainda forneceram aos policiais a localização aproximada do Corolla roubado pouco antes. Durante as buscas, o veículo foi localizado na Alameda Guaiós, no Planalto Paulista. Os roubos dos três veículos foram registrados no 27º Distrito Policial (Campo Belo) e a prisão da dupla, no 35º DP (Jabaquara). A Polícia Civil agora deve investigar se os suspeitos têm envolvimento em outros crimes semelhantes praticados na região.

Tudo o que sabemos sobre:
assaltoroubocarros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.