PM prende dupla que instalava câmeras em banco para roubar

Dois primos estavam em uma agência da Nossa Caixa na Lapa e instalavam instrumentos para clonar cartões

Daniela do Canto, do Jornal da Tarde,

18 de setembro de 2008 | 03h48

Dois homens foram presos enquanto instalavam um sistema de monitoramento por câmeras em caixas eletrônicos na Lapa, na zona oeste de São Paulo. Os primos Octávio Theotônio Aranha, de 30 anos, e Thiago Santana Alves da Cunha, de 25, foram surpreendidos por policiais militares por volta das 21h30 da quarta-feira, 17, na agência da Nossa Caixa da Rua Afonso Sardinha. Segundo a polícia, o objetivo da dupla era monitorar os terminais em tempo real para copiar senhas de usuários dos caixas. Durante um patrulhamento, policiais militares viram os suspeitos na agência e chegaram a desconfiar de um seqüestro-relâmpago em andamento, já que os primos estavam muito próximos. Por esse motivo, resolveram fazer uma abordagem. Com a dupla, os PMs encontraram 23 cartões de crédito de diversos bancos, 60 recibos de extrato, duas microcâmeras, um monitor colorido de alta resolução, R$ 448 em dinheiro e seis cartões de supermercado. Os primos chegaram à agência em um Fiat Marea, mas a Polícia desconfia que eles eram ajudados por outros dois homens.  Quando saíam do banco com os acusados, os policiais viram dois suspeitos, os prováveis comparsas, entrarem rapidamente em uma Kombi e fugirem. Como os presos portavam aparelhos Nextel, os PMs acreditam que eles estavam se comunicando com alguém do lado de fora da agência. Aranha e Cunha, que tem passagem na polícia, foram autuados em flagrante no plantão do 7º Distrito Policial (Lapa), onde o caso foi registrado como estelionato. (Com informações de Camila Alves e Solange Spigliatti, do estadao.com.br)

Tudo o que sabemos sobre:
clonagemcartões de banco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.