PM pode ser punido por deboche em baile funk

O deboche feito por um PM levou a corporação a instaurar ontem procedimento para puni-lo. Durante uma confusão em um baile funk na zona leste de São Paulo, no dia 17, o soldado da Força Tática dava gargalhadas enquanto assustava os frequentadores com bombas de efeito moral. As imagens foram divulgadas ontem pela TV Globo, que fazia reportagem sobre barulho no Jardim Conquista.

O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2011 | 03h04

A PM não informou o nome do policial. Disse apenas que pertence ao 38.º Batalhão de São Mateus. Se for constatado que zombou da população enquanto a dispersava, o soldado poderá ter em seu histórico uma advertência de transgressão disciplinar.

Em nota, a corporação admitiu que o soldado aparece na TV em "conduta inconveniente e desrespeitosa na rua". As imagens foram mostradas ontem para o comandante-geral da PM, Álvaro Camilo, que também reprovou a atitude do PM.

No dia da ocorrência, mais de cem pessoas, entre adultos e adolescentes, se divertiam no meio da Travessa Índia, com som alto e cerveja à vontade. Além disso, a passagem dos carros foi fechada. Enquanto isso, o Centro de Operações da PM (Copom) recebeu 15 ligações de perturbação de sossego feitas por vizinhos, que não conseguiam dormir. Quando a PM chegou, parte da equipe se dividiu. /C.H.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.