PM perde revólver ao tentar apartar briga de casal

Floriano Fonseca, de 37 anos, conseguiu tomar a arma de um policial militar que tentava acalmá-lo enquanto ele discutia com sua mulher na Avenida Santa Catarina, no Jabaquara, zona sul de São Paulo, na noite de anteontem. Ele disparou contra sua mulher e PMs, mas os tiros atingiram um carro e paredes de um imóvel. Para contê-lo, outro PM também atirou. O agressor foi socorrido e passa bem.

O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2012 | 03h02

Testemunhas disseram que diversos tiros foram disparados pelo agressor. Os PMs conseguiram se proteger atrás da viatura. Fonseca só parou após ser baleado. Ontem, ele permanecia internado no Hospital Municipal Arthur Saboya.

A vítima, uma dona de casa de 32 anos, foi procurada, mas não quis falar sobre o assunto. Ela apenas informou que Fonseca ainda não tem advogado constituído. O caso foi registrado como tentativa de homicídio qualificado, violência doméstica e resistência. / CAMILLA HADDAD

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.