PM morre após disparo de colega em bar da zona sul da capital

Tiro teria sido acidental e acontecido enquanto eles jantavam, mas projétil foi achado no banheiro

Ricardo Valota, do estadao.com.br,

07 de outubro de 2008 | 10h24

Um tiro supostamente acidental terminou com a morte de um sargento da Polícia Militar por volta das 21 horas da segunda-feira, 6, dentro de um bar na esquina das ruas Tabapuã e Dr. Renato Paes de Barros, no Itaim Bibi, na zona sul de São Paulo. O tiro foi disparado por um policial militar. As primeiras informações dão conta de que os policiais estavam jantando e que, no momento em que um deles foi passar a arma para o outro, a metralhadora disparou. Outra informação, ainda não confirmada, é de que o disparo ocorreu no interior do banheiro, que foi limpo após o suposto acidente. Apenas o projétil teria sido encontrado no vaso sanitário. A vítima, que estava à paisana e foi identificada apenas como Cavalini, entrou no bar acompanhada de dois policiais militares fardados, ambos em serviço, um deles de sobrenome Noveli, armado de metralhadora. Apesar do fato ter ocorrido no meio da noite, a Polícia Militar informou o ocorrido à Polícia Civil apenas às 5 horas desta terça-feira, 7. A vítima chegou a ser levada ao Hospital das Clínicas, não resistiu e morreu. O boletim de ocorrência não havia sido concluído até as 6h45 no 15º Distrito Policial.  

Tudo o que sabemos sobre:
PM morto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.