PM mata três suspeitos de tentar roubo em shopping no interior

De acordo com a polícia, bando tinha planejado assaltar uma joalheria em um dos principais shopping de Santa Bárbara d'Oeste

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

01 de outubro de 2015 | 19h01

SOROCABA - Três homens foram mortos em confronto com a Polícia Militar depois de invadirem um shopping, na madrugada desta quinta-feira, 1º, em Santa Bárbara d'Oeste, interior de São Paulo. Outros três suspeitos, um deles menor de idade, foram presos. De acordo com a PM, o bando tinha planejado assaltar uma joalheria no Tivoli Shopping, um dos principais centros de compras da cidade. Os homens estavam armados e teriam reagido à abordagem policial.

Conforme informações da Polícia Civil, a quadrilha invadiu o shopping por volta das 3 horas e rendeu um vigilante que estava numa das portarias. O funcionário que monitorava as câmeras de vigilância viu a chegada dos bandidos e acionou a polícia. Policiais da cidade pediram reforço à PM de Americana, Piracicaba, Sumaré e Campinas. Em poucos minutos, o shopping foi cercado pelas viaturas.

De acordo com a PM, ao perceberem o cerco, os criminosos optaram pelo confronto. Na troca de tiros, três deles foram baleados e mortos. Com eles, a polícia apreendeu duas escopetas calibre 12, três pistolas e munição. Outros três integrantes do bando conseguiram furar o cerco, mas foram presos depois. A PM usou um helicóptero para fazer uma varredura na região.

Os corpos dos homens mortos permaneceram no local por várias horas, até a chegada da perícia. O pai de um dos suspeitos mortos, Manoel Batista, de 47 anos, ouviu a notícia no rádio e foi até lá. Ele reconheceu o filho Eric Batista, de 19 anos, entre os mortos. Batista contou que o filho trabalhava como motoboy, mas estava desempregado e tinha "entrado nessa vida". Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML).

Policiais militares e guardas municipais vasculharam o shopping e as casas do entorno em busca dos fugitivos. Dois deles, um adulto e o menor de 16 anos, foram presos horas depois. O terceiro suspeito foi preso mais tarde por guardas municipais de Santa Bárbara d'Oeste, escondido em uma casa do bairro São Fernando. A mobilização policial na região central da cidade atraiu centenas de curiosos.

A administração do shopping informou que os suspeitos não chegaram a entrar na área das lojas. Segundo a administradora, todos os procedimentos de segurança foram adotados durante a tentativa de assalto, o que teria contribuído para o desfecho da ação, "que ocorreu na área externa do empreendimento". O shopping informou que colabora com as investigações sobre o caso. As lojas abriram normalmente no horário comercial.

Tudo o que sabemos sobre:
Santa Bárbara d'Oeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.