PM liberta advogada que era mantida refém no Guarujá

Dupla roubou o carro da vítima e a levou junto; polícia foi acionada e prendeu bandidos, que bateram o carro

Fabiana Marchezi, Central de Notícias

08 Abril 2009 | 14h42

A Polícia Militar libertou na tarde de terça-feira, 7, uma advogada de 28 anos que era mantida refém dentro do próprio carro no Guarujá, litoral paulista. Dois homens foram presos em flagrante. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, a vítima foi abordada pelos bandidos quando saía de sua casa, na Vila Zilda. O pai da advogada viu a ação dos criminosos e ligou para a polícia.

 

Ao avistarem a aproximação da viatura, os suspeitos tentaram fugir mas acabaram batendo o carro. Marcelo de Souza, de 27 anos, e Antonio Carlos Costa Junior, de 28, foram detidos. Com eles, a polícia apreendeu uma arma. A vítima não teve ferimentos. O caso foi encaminhado ao 1º Distrito Policial da cidade.

Mais conteúdo sobre:
polícia sequestro Guarujá SSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.