PM invade casa e mata homem que mantinha ex refém em Franco da Rocha

Invasão aconteceu depois que o homem começou a esfaquear a mulher; quatro crianças que estavam na residência escaparam sem ferimentos

Artur Rodrigues, O Estado de S. Paulo

05 de fevereiro de 2013 | 12h58

SÃO PAULO - A Polícia Militar invadiu uma casa em que um homem mantinha a ex-mulher refém e o matou a tiros, na madrugada desta terça-feira, 5, em Franco da Rocha, na Grande São Paulo. A invasão aconteceu depois que o homem começou a esfaquear a mulher. 

O agressor chegou à residência na Rua Domingos de Túlio, na noite de segunda-feira, por volta das 19h30. Além da vítima, estavam no local mais quatro crianças. Vizinhos ouviram barulho da discussão na casa e chamaram a polícia. Quando os PMs chegaram, a mulher era mantida refém na cozinha. 

Os policiais tentaram negociar com o agressor, quando ele começou a agredir a mulher. Então, invadiram a casa e atiraram. 

O quadro da mulher é estável. As crianças não se feriram e foram levadas para a casa de parentes. 
A Secretaria de Estado da Segurança Pública ainda não divulgou o nome do preso e da vítima. 

Tudo o que sabemos sobre:
pm, refém, Rua Domingos de Túlio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.