PM estoura centro de distribuição de drogas em favela no Campo Belo

Denúncia anônima levou os policiais até uma das casas da Favela do Piolho; ninguém foi preso

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

02 de junho de 2012 | 00h24

SÃO PAULO - Após seguidos flagrantes de distribuição de drogas ocorridos nos últimos dias no entorno da Favela do Piolho, localizada ao lado da Favela do Buraco Quente, ambas próximas à Avenida Jornalista Roberto Marinho, no Campo Belo, zona sul da capital paulista, policiais militares da 1ª Companhia do 12º Batalhão estouraram, por volta das 21 horas desta sexta-feira, 1, o centro de preparação e embalagem do entorpecente revendido na região.

 

Uma denúncia anônima levou os policiais para uma casa localizada numa viela entre as ruas Gutemberg e Sônia Ribeiro, dentro da primeira comunidade. "O local é de difícil acesso. O pessoal que estava na casa embalando a droga conseguiu fugir pelos telhados e saídas estratégicas entre os barracos. Estamos realizando operações com um ou dois flagrantes praticamente todos os dias na região. Desta vez encontramos o local de onde a droga vinha" afirmou o tenente Luciano.

 

No interior da casa, os policiais apreenderam 29 trouxinhas de maconha, 41 cápsulas pláticas de cocaína, 71 pedras de crack e um quilo de cocaína, dividido em três pacotes. Além da droga, os policiais encotraram muito material para embalagem, frascos vazios de lança-perfume, cadernetas com anotações sobre o movimento financeiro da quadrilha e apetrechos em geral utilizados pelos criminosos. Todo a droga apreendida foi encaminhada, para análise, no Instituto de Criminalística (IC).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.