Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

PM é preso após ameaçar e apontar arma para outro policial em SP

Conflito foi filmado por diversas testemunhas e viralizou nas redes sociais; soldado irá responder por ameaça e violência contra superior hierárquico

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de dezembro de 2020 | 12h37

Um soldado da 2ª Cia do 13º Batalhão de Polícia Militar de São Paulo foi preso em flagrante na sexta-feira, 4, após ameaçar e apontar uma arma para outro policial militar em serviço. A situação ocorreu na Santa Ifigênia, bairro de comércio popular de tecnologia na região central da capital paulista, e foi filmada por diversas testemunhas. 

Nos vídeos, que viralizaram nas redes sociais, o policial preso aponta uma arma para o rosto de um PM. Muito próximos, eles discutem até que o outro reage e tenta desarmar o colega de profissão. Nas imagens, também aparecem outros policiais, que observam, mas não interferem na situação. 

Ainda nos registros, é possível ver cidadãos aglomerados que filmam e fazem piada com a situação. Alguns dos comentários de populares no local entraram para o trend topics do Twitter na sexta-feira, no qual foi um dos temas mais discutidos no dia.

De acordo com reportagem do portal Uol, o conflito ocorreu porque o PM preso foi cobrado pelo colega por ter demorado a voltar do intervalo de almoço. Ele teria dito que reportaria o caso a superiores, pois não conseguiria mais sair para a refeição naquele dia.

A Secretaria da Segurança Pública divulgou uma nota, na qual informa que o policial que sacou a arma foi levado para o presídio militar Romão Gomes e vai responder por ameaça e violência contra um superior hierárquico. “A SSP ressalta que tanto a Polícia Militar como a Polícia Civil oferecem programas de apoio e acompanhamento aos seus efetivos”, acrescenta o texto.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.