PM e motorista de deputada são mortos a tiros

As vítimas, cada uma delas assassinada com dois tiros, eram amigos de infância

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

12 de outubro de 2010 | 03h49

O soldado Elizelton de Aquino Alkimin, de 32 anos, lotado no 30º Batalhão da Polícia Militar, de Mauá, Grande ABC, e um amigo de infância dele, Marcelo Clauze, também de 32 anos, que trabalhava como motorista da deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) - que tentou a reeleição neste ano -, foram encontrados mortos a tiros, no final da tarde de segunda-feira, 11, ao lado de um córrego, no limite entre os bairros de São Mateus e Iguatemi, na zona leste de São Paulo.

 

Segundo a Polícia Militar, o soldado, que mora em Mauá e estava à paisana e de folga, foi encontrado algemado.

 

A polícia ainda apura se as vítimas, cada uma atingida com dois tiros, foram baleadas dentro de um Fiat Palio prata, pertencente a Marcelo e estacionado próximo das vítimas, ou se fora do veículo.

 

Não se sabe ainda se o policial trabalhava como segurança da deputada, cujo pai, Leonel Damo, foi prefeito de Mauá nas gestões 1983-1988 e 2005-2008. Aparentemente nada foi levado do policial e do colega dele.

 

O duplo homicídio foi registrado no 49º Distrito Policial, de São Mateus, e será encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Tudo o que sabemos sobre:
homicídiopolicial militarMauá

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.