PM é morto em suposta tentativa de roubo na Grande SP

Soldado chegava em casa quando foi abordado e baleado; polícia acredita que queriam levar veículo

Daniela do Canto, Central de Notícias

11 de setembro de 2009 | 07h39

Um soldado da Polícia Militar (PM) foi assassinado no início da madrugada desta sexta-feira, 11, em uma suposta tentativa de assalto em Taboão da Serra, na Grande São Paulo. Cosme Mota de Macedo, de 43 anos, chegava em casa quando foi baleado, por volta da 1 hora. O PM guardou o carro na garagem e fechava o portão quando foi abordado. A polícia acredita que os criminosos queriam roubar o veículo do policial. Ainda não se sabe se ele reagiu.

Familiares do soldado, que estavam dentro da casa, apenas ouviram o barulho dos tiros. Quando saíram, encontraram a vítima caída na calçada. Macedo chegou a ser levado ao pronto-socorro do município, mas não resistiu e morreu. Ele era casado, tinha dois filhos e trabalhava na polícia havia 14 anos. Atualmente, o soldado prestava serviços à 4ª Companhia do 12.º Batalhão da PM, na zona sul de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.