PM é morto em frente a comitê de campanha na Grande São Paulo

Grupo tentou assaltar o comitê de campanha do PDT na cidade de Caieiras, policial reagiu e acabou baleado; uma mulher foi presa e outros 5 suspeitos foram identificados

Pedro da Rocha, estadão.com.br

04 de outubro de 2010 | 18h56

SÃO PAULO - Um Policial Militar morreu hoje, 4, após ser baleado em frente ao comitê de campanha do PDT em Caieiras, partido do vice-prefeito da cidade, na Grande São Paulo. De acordo com a polícia um grupo tentou assaltar o local, o PM reagiu e foi alvejado.

 

Segundo o delegado titular da delegacia de Caieiras, Fábio Lopes Cenachi, o PM passou no comitê para cumprimentar conhecidos, e foi baleado pelos ladrões, que fugiram em um carro Fiat Vermelho.

 

O veículo e a arma utilizados no crime foram recuperados pela polícia - o automóvel foi furtado em Franco da Rocha, em 29 de setembro. Uma mulher foi presa. Mais cinco suspeitos já foram identificados, quatro homens e uma mulher, e estão sendo procurados. O caso foi encaminhado à delegacia de Caieiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.