Pm e guarda civil matam bandidos ao reagirem a assalto em Diadema e SP

Num dos tiroteios, uma das vítimas também foi baleada e permanecia internada

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 Março 2012 | 04h52

SÃO PAULO - Dois bandidos morreram, um foi baleado e preso e um quarto conseguiu fugir em dois casos de tentativa de assalto - um deles no Itaim Paulista, zona leste da capital, contra um guarda civil metropolitano; outro em Diadema, no Grande ABC, contra um policial militar. Ambos os casos ocorreram por volta das 23 horas de quarta-feira, 29.

 

O guarda civil, também baleado, na barriga, foi abordado por dois bandidos quando chegava em casa, numa travessa da Rua Jacareana. No tiroteio, os dois criminosos foram feridos. Um deles morreu; o outro continua internado no Hospital Santa Marcelina. O guarda civil foi encaminhado para o Hospital Maternidade de São Miguel. O tiroteio foi registrado no 50º Distrito Policial, do Itaim Paulista.

 

Já o policial militar, lotado no 22º Batalhão, cuja sede fica em Santo Amaro, zona sul de São Paulo, foi atacado por dois bandidos na esquina da Avenida Conceição com a Avenida Assembleia, no Jardim Elida, em Diadema, no limite com Americanópolis, outro bairro também da zona sul da cidade de São Paulo.

 

À paisana e numa moto, o Pm trocou tiro com os dois criminosos, que chegaram a pé. Um deles foi baleado e morreu. O segundo conseguiu fugir. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Diadema.

Mais conteúdo sobre:
Tiroteio resistência Diadema Santo Amaro GCM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.