PM diz que bandos agiam na região do Morumbi

A Polícia Militar admite ter identificado "elevação" de registros de sequestro relâmpago. Para combater a prática criminosa, foram organizadas blitze para flagrar ladrões e reforçou-se o policiamento em agosto.

Camilla Haddad, O Estado de S.Paulo

07 de setembro de 2011 | 00h00

Segundo a PM, a análise dos crimes praticados e informações obtidas pelo serviço de inteligência apontam para uma possível migração de ladrões da região do Morumbi, tendo como provável razão o reforço do policiamento na zona sul.

De acordo com a corporação, rastreamentos por meio de GPSs instalados em equipamentos levados de vítimas na região da Vila Madalena, como celular, mostram que os domicílios dos ladrões são na mesma região daqueles que atuavam no Morumbi. A partir desse diagnóstico, outra estratégia foi adotada. Agora, são feitas operações em pontos específicos, considerados como itinerário dos criminosos entre o local de residência e a região de atuação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.