Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

PM destaca 160 policiais e radares móveis para batalhão nas marginais

Alckmin oficializou unidade para patrulhamento das vias, que começa a funcionar nesta 5ª

estadão.com.br,

21 Julho 2011 | 13h08

SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin oficializou nesta quinta-feira, 21, a criação da 3ª Companhia do 2º Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), que será responsável pelo patrulhamento das marginais Tietê e Pinheiros e atuará dia e noite. O anúncio foi feito em conjunto com o secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Álvaro Batista Camilo, no Parque Villa-Lobos, na zona oeste da capital.

 

A nova unidade terá 160 policiais militares e contará com 48 motocicletas, 10 automóveis, quatro guinchos e uma base móvel, além do apoio do helicóptero Águia. O funcionamento começa nesta quinta-feira. Segundo o comandante da PM, o "foco é a segurança, fluidez e, por último, fiscalização".

 

Seis radares móveis e 48 localizadores automáticos de veículos (AVL, na sigla em inglês) também irão auxiliar os policiais, com a identificação da viatura mais próxima da ocorrência. Os radares enviarão informações sobre as placas de veículos para o banco de dados da PM. Os localizadores também serão usados para fiscalização criminal.

 

Desde segunda-feira a PM implantou uma nova estratégia de segurança nas Marginais do Tietê e do Pinheiros. A medida foi tomada após uma onda de violência nas vias. Na Marginal do Pinheiros, motoristas foram vítimas de arrastões e de ladrões que recorreram a pedras para obrigá-los a parar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.