Divulgação
Divulgação

PM de folga mata jovem após discussão em frente a bar em SP

Câmeras de segurança gravaram o crime; desentendimento aconteceu depois de policial mexer com a namorada da vítima

Alexandre Hisayasu, O Estado de S. Paulo

05 Fevereiro 2016 | 10h08

SÃO PAULO - O policial militar Zildo Francisco dos Santos foi preso em flagrante na madrugada desta sexta-feira, 5, depois de matar um jovem de 20 anos durante uma discussão em frente ao Bar Lucena, na Lapa, zona oeste da capital paulista. 

Segundo informações da polícia, Santos estava de folga e, na saída do bar, localizado na Avenida Ermano Marchetti, mexeu com a namorada da vítima, Vinicius Pucinelli. Houve discussão antes do disparo.

As câmeras de segurança da rua gravaram o crime. Por volta das 5 horas, o PM vai em direção a dois casais e começa a discussão. Pucinelli tira a camisa e vai em direção ao policial, que segue até o seu carro e, depois de nova discussão, saca a arma e atira em Pucinelli, que cai no chão. O tiro acertou a barriga da vítima. 

O rapaz foi levado para um hospital próximo, mas não resistiu aos ferimentos.

O PM, que tem a patente de cabo, atua na segurança da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). Ele está preso no Presídio Militar Romão Gomes. 

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.