Vanair Rodrigues de Faria Butinhão (@vanairfaria)/Instagram/Reprodução
Vanair Rodrigues de Faria Butinhão (@vanairfaria)/Instagram/Reprodução

PM da reserva é baleado e mulher morre durante um assalto no ABC

Vítimas iriam entregar um presente de Dia das Mães a um parente; um suspeito foi morto pouco depois em tiroteio e outro está foragido

Felipe Resk, O Estado de S. Paulo

11 Maio 2015 | 08h25

Atualizado às 13h55

SÃO PAULO - Um policial militar da reserva e a mulher dele foram baleados durante uma tentativa de assalto em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, na noite deste domingo, 10. A representante comercial Vanair Rodrigues de Faria Butinhão, de 52 anos, não resistiu aos ferimentos provocados pelo disparo e morreu. Um homem, suspeito de ter participado do ataque, também foi morto em uma troca de tiros com PMs. Um criminoso ainda está foragido.

O casal havia estacionado o carro na Rua Martins, onde morava, na região de Pauliceia, em São Bernardo do Campo, pouco antes de se deparar com dois criminosos que atravessavam uma viela. Segundo amigos das vítimas, Vanair e o marido iriam a pé até a casa de parente para entregar um presente de Dia das Mães.

O crime aconteceu por volta das 20h30. Minutos antes, os assaltantes haviam tentado roubar um Volkswagen Gol, no mesmo bairro, mas o motorista conseguiu fugir e chamar a polícia. Ao perceber a abordagem, o sargento aposentado Claudemir Butinhão, de 47 anos, reagiu. Ele sacou a arma e iniciou uma troca de tiros com os bandidos, mas acabou atingido na perna. Um dos disparos também acertou Vanair na altura da costela. 

As vítimas foram socorridas para o Hospital Assunção, no mesmo município, onde foi constatada a morte da representante comercial. De acordo com informações de parentes, Butinhão continua internado, em estado de saúde estável, e vai precisar passar por cirurgia.  
 
"Vanair tinha acabado de chegar de um almoço na casa da mãe dela e iria levar o presente de Dias das Mães para uma tia", afirma uma amiga da vítima. "Foi uma tragédia. O bairro de Pauliceia está muito perigoso, com muitos assaltos e muitas mortes. Esse caso não é o primeiro."

Resistência. Na fuga, um dos criminosos invadiu o quintal de uma casa para se esconder, mas os policiais conseguiram localizá-lo e fizeram um cerco na residência. A Polícia Militar afirma que houve troca de tiros e que Gabriel Andrei Alves Lacerda, de 18 anos, acabou atingido. Ele morreu antes da chegada da ambulância.

De acordo com a corporação, uma pistola calibre .40 foi apreendida com o suspeito. Os policiais ainda procuram o segundo assaltante, que conseguiu fugir. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial (Rudge Ramos), de São Bernardo do Campo, mas deve ser investigado pelo 5º DP (Pauliceia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.