PM da Casa Militar é morto na zona norte

Cabo César Alex de Azevedo, de 48 anos, foi morto em tentativa de assalto; policial trabalhava na equipe de segurança da primeira-dama do Estado, Lu Alckmin

Rafael Italiani, O Estado de S. Paulo

09 Agosto 2014 | 19h44

SÃO PAULO - O cabo da Polícia Militar César Alex de Azevedo, de 48 anos, foi morto da manhã de sábado, 9, durante uma tentativa de assalto em Parada de Taipas, na zona norte de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública, o PM trabalhava na Casa Militar e estava em sua motocicleta BMW quando foi cercado por um trio de ladrões. A secretaria não soube informar se ele reagiu ao assalto. 

Azevedo integrava a equipe de segurança de Lu Alckmin, primeira-dama do Estado de São Paulo, mas a pasta não confirma a informação. A morte do policial da Casa Militar envolveu uma grande movimentação de viaturas das polícias Civil e Militar no bairro, inclusive com a participação direta do delegado Ismael Rodrigues, titular da 4ª Delegacia Seccional (Norte). Até às 20h, três pessoas haviam sido detidas. Os suspeitos estavam com motos roubadas de diversos capacetes.

O PM estaria fazendo o reconhecimento do bairro para uma visita de Lu, marcada para a próxima semana. Na Polícia Militar, a tarefa que Azevedo cumpria quando foi morto é conhecida como prospecção. A secretaria também não confirmou a informação. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.